Paradigmas da Educação Sexual em Portugal e no Brasil são temas de pesquisa de integrante do Gesteld

A doutoranda Solange Monteiro (Foto/Arquivo Pessoal)

Com o objetivo de comparar e entender a educação sexual permitida e legislada em Portugal e no Brasil, a doutoranda integrante do Gesteld/Unesp(Grupo de Estudos em Educação, Sexualidade, Tecnologias, Linguagens e Discursos), Solange Monteiro, sob orientação da Profa. Dra. Maria Regina Momesso, tenta identificar e propor uma reflexão crítica sobre quais práticas, técnicas e tecnologias de si, os docentes envolvidos nos cenários acima mobilizam para o cuidado de si na relação com o outro, para que a experiência da sexualidade na educação básica possa construir uma ética da existência e transformar o homem em uma obra de arte, os quais possam se reconhecer como sujeitos de uma “sexualidade”.

A pesquisa caracteriza-se como qualitativa, documental, descritiva, exploratória e semi-estruturada. Elege-se o método arquegenealógico foucaultiano para análise dos documentos, questionários e demais textos que comporão o corpus da pesquisa. Dessa forma, a análise de discurso francesa foucaultiana e autores que dialogam com Foucault, será um dos pilares teóricos para o tratamento dos dados.

Lattes Solange Monteiro

Lattes Maria Regina Momesso

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie seu site com o WordPress.com
Comece agora
%d blogueiros gostam disto:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close